domingo, 5 de agosto de 2012

Tiroteio em templo religioso mata ao menos 7 nos EUA, diz polícia

O tiroteio ocorrido em um templo da religião Sikh em um subúrbio de Milwaukee, no estado americano de Wisconsin, deixou pelo menos 7 mortos e três feridos graves na manhã deste domingo (5).

Um dos sete mortos é o atirador, segundo Bradley Wentlandt, chefe de polícia de Greenfield.
Os primeiros relatos sobre o tiroteio chegaram aos serviços de emergência às 10h30 locais (12h30 de Brasília), segundo o chefe de polícia.
Ele disse que equipes entraram no templo e encontraram quatro corpos dentro do prédio e três fora.
Ele também afirmou que o suspeito foi morto após atirar contra o primeiro policial que chegou ao local.
O policial reagiu, e matou o suspeito a tiros, segundo o chefe de polícia.
Ferido pelo disparo do suspeito, este policial, que teria cerca de 20 anos de experiência na família, foi hospitalizado e está passando por uma cirurgia.
Wentlandt disse que a polícia não acredita na existência de outro atirador, contradizendo o que foi divulgado anteriormente pela imprensa local e por testemunhas.
Segundo uma fonte médica, três pessoas foram levadas em estado crítico para o hospital Froedtert de Milwaukee.
Informações contraditórias
As primeiras informações sobre o ataque eram contraditórias.
A imprensa local e testemunhas afirmaram que havia mais agressores e que 30 pessoas foram mantidas reféns no interior do prédio.
Cerca de 20 pessoas teriam conseguido sair do templo quando perceberam o que estava acontecendo.
Agentes do FBI (polícia federal dos EUA) estão participando da operação.
mapa atirador wisconsin 5/8 (Foto: 1)
O jornal "The Milwaukee Journal Sentinel" disse, citando testemunhas, que o autor dos disparos seria um homem branco de cerca de 30 anos.
Ele teria começado a disparar contra um sacerdote que estava fora do templo.
Outra testemunha disse que os tiros foram disparados dentro de uma cozinha do prédio.
Não havia confirmação oficial dessas informações.
Sikhismo
O sikhismo, ou siquismo, é uma religião monoteísta fundada em fins do século XV no Punjab (região dividida entre o Paquistão e a Índia) pelo Guru Nanak (1469-1539).
Mundialmente, há 30 milhões de seguidores. Apenas nos EUA, eles são entre 250 mil e 500 mil.
Nos EUA, especialmente depois do 11 de Setembro, os Sikhs comumente foram confundidos com muçulmanos e agredidos. Mas eles não são nem muçulmanos, nem hinduístas.
Há uma comunidade sikh na região onde ocorreu o ataque.
O templo Sikh de Wisconsin foi fundado em outubro de 1997, congregando cerca de 20 a 25 famílias, segundo seu site. Atualmente, tem entre 350 e 400 membros.
A sede atual, onde ocorreu o tiroteio deste domingo, foi inaugurada em 2006.
Obama
A Casa Branca informou que o presidente dos EUA, Barack Obama, foi informado sobre o incidente e estava acompanhando o caso.
John Brennan, conselheiro de Obama para contraterrorismo, mantém o presidente informado, segundo a Casa Branca.
Tiroteio na estreia de 'Batman'
O incidente ocorre pouco mais de duas semanas depois de um atirador ter entrado em uma sessão de estreia do filme "Batman" em Aurora, no estado do Colorado.
O ataque deixou 12 mortos e 58 feridos, e o responsável, o estudante de 24 anos James Holmes, foi processado.
Não há informações sobre se os casos teriam alguma relação.
Parentes de vítimas choram do lado de fora do templo após o ataque deste domingo (5) (Foto: AFP) 
 
Por:Miccaela Hilary

Reações:

0 comentários:

brasileirão 2012

CALENDÁRIO

Search

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More