quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Brasil começa bem, mas se perde e é derrotado pelos EUA no vôlei

Dante, seleção de Vôlei, Brasil x EUA (Foto: Agência AFP)
seleção americana foi a que mais venceu o Brasil desde que Bernardinho assumiu o comando do time.
Não que ele seja freguês dos Estados Unidos, mas haviam sido dez vitórias do adversário em 32 confrontos. Pior que, nesta quinta-feira, foi adicionado mais um triunfo para a conta. Depois de vencer o primeiro set, os brasileiros se perderam durante a partida. Impacientes, passaram a cometer erros e foram derrotados por 3 sets a 1 (23/25, 27/25, 25/19 e 25/17), pela terceira rodada do Grupo B dos Jogos Olímpicos de Londres.
- Nós conversamos antes do jogo que o time tinha que ter paciência, foco, determinação, cometer poucos erros, controlar as sequências contra o saque do Stanley. Conseguimos no primeiro set. No segundo set, deixamos eles abrirem, recuperamos, mas erramos. Eu não sei que tipo de mecanismo isso desencadeou que o time voltou perdido. O time perdeu o que é mais importante que é a paciência. A Sérvia é a nossa decisão agora - afirmou o técnico Bernardinho.
Com o resultado, os Estados Unidos se isolam na liderança, com três vitórias em três jogos e nove pontos somados. O Brasil, que perdeu sua invencibilidade no torneio, divide a segunda posição com a Rússia, ambos com seis pontos. A Sérvia (quatro pontos) aparece no quarto lugar, com a Alemanha (dois pontos) em quinto, e a Tunísia (sem ponto) na lanterna. Os quatro primeiros colocados se classificam para a próxima fase.
O Brasil volta a jogar no sábado, às 18h (de Brasília), contra a Sérvia. O SporTV transmite, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha em Tempo Real. Os Estados Unidos terão a Rússia pela frente.
- Se a gente mata aquele (segundo) set talvez fosse o fim da partida, mas bateu na trave e entrou no lado deles. Vamos ver se na próxima vai pro nosso lado. Agora é baixar a adrenalina e descansar porque esse jogo foi desgastante mentalmente. Isso acaba fluindo para o corpo. Agora é descansar, esquecer esse jogo e pensar na Sérvia - destacou Dante.Bernardinho, Vôlei, Seleção Brasileira (Foto: Agência Reuters)
O jogo
Com uma rivalidade de duas finais e três semifinais olímpicas dentro de quadra, o equilíbrio era mais do que esperado. E foi assim desde o início. Nenhuma das duas equipes abriu mais do que dois pontos de distância no primeiro set, e a disputa seguiu acirrada até o fim. Stanley colocou os Estados Unidos na frente, fazendo 23/22, mas Dante virou a bola seguinte para colocar Leandro Vissotto no saque. Com duas pancadas, a segunda a 111km/h, o oposto decidiu o set e fez 25/23. Comemorando muito, Serginho pegou a bola e atirou em direção à arquibancada.
Os Estados Unidos voltaram melhor para o segundo set e, aos poucos, foram abrindo distância. Destaque brasileiro na primeira parcial, Leandro Vissotto marcou seu primeiro ponto quando os americanos já venciam por cinco de diferença, diminuindo para 13/9. A diferença chegou a seis pontos, depois de um ataque de Priddy, mas Wallace decidiu aparecer. Ele fez quatro pontos seguidos para colocar o Brasil de volta à partida (19/18) e jogar a pressão para o adversário.
A reta final foi marcada por altos e baixos dos dois lados. Após três erros americanos, o time de Bernardinho abriu 21/19, mas os brasileiros voltaram a se desconcentrar, e a seleção americana retomou o controle após ace de Priddy (23/19). O Brasil ainda salvou dois set points, o segundo deles após um erro do juiz, que deu ponto para o time brasileiro depois que a bola desviou no bloqueio de Murilo e bateu na antena. A equipe também teve sua chance de fechar o set, depois de erro de recepção de Lambourne, mas Anderson marcou dois pontos, e Sidão atacou para fora: 27/25 para os Estados Unidos.
William Priddy, Brasil x EUA, Vôlei (Foto: Agência Reuters)
O equilíbrio voltou a tomar conta do jogo no terceiro set, mas os Estados Unidos começaram a abrir distância a partir do segundo tempo técnico. Em um ataque de Stanley, a diferença chegou a cinco pontos (20/15). Demonstrando ansiedade, a seleção brasileira não conseguiu reagir desta vez. Em uma bola de segunda de Suxho, os americanos chegaram ao set point e fecharam a parcial em um ataque de Anderson, que fez 25/19.
O time brasileiro começou o quarto set muito nervoso, e os Estados Unidos aproveitaram para abrir vantagem. Em um ace de Holmes, eles fizeram 7/3. Mas o Brasil não se entregou. Aos poucos, foi se recuperando e chegou ao empate em um ataque de Wallace na diagonal. Mas se perdeu de novo. A impaciência e os erros voltaram. O técnico Bernardinho ainda tentou acordar seus comandados e gritou muito em um tempo quando a equipe perdia por 14/10. Não adiantou muito. Sem grandes ameaças, os americanos fizeram 25/17 com tranquilidade e fecharam a partida em 3 sets a 1.

Por:Miccaela Hilary

Reações:

0 comentários:

brasileirão 2012

CALENDÁRIO

Search

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More