sábado, 11 de agosto de 2012

Após cirurgia na mandíbula, filho de Gretchen tem alta médica, no Recife

 
O filho da cantora Gretchen, Sérgio Henrique Aversani, 20 anos, teve alta do Hospital Getúlio Vargas, na manhã deste sábado (11).
A informação foi repassada pela própria cantora, que informou ainda que o rapaz se recupera na casa que a família mantém na cidade de Paulista, Região Metropolitana do Recife. "Ainda não sei quando ele virá para São Paulo", disse.
O jovem foi submetido a uma cirurgia na mandíbula, na manhã última sexta-feira (10) e, de acordo com informações repassadas pela unidade de saúde, se recuperava satisfatoriamente da operação. Sérgio fraturou a mandíbula durante uma confusão em uma festa, em um bar, no sábado passado (04).
Um amigo dele, o estudante de direito Hudson Albuquerque, 20 anos, também se feriu durante a briga e precisou passar por um procedimento médico, levando cinco pontos no rosto, abaixo de um dos olhos. “Já estava no final da festa, entre 4h e 5h da manhã, e a gente estava se organizando para sair quando começou a confusão, próximo da saída. Num instante olhei para trás e vi Sérgio no meio da confusão, caindo e sendo chutado. Eu fui tentar socorrê-lo, mas como eles estavam em maior número, não teve jeito. Teve uma hora em que eu praticamente me deitei em cima dele, por causa dos chutes”, relembra o universitário.
Hudson conta que os seguranças do bar chegaram nesse momento e apartaram a confusão. Ele levou chutes nas costas e no rosto e ainda está com algumas escoriações. Imediatamente, os amigos levaram Sérgio para um hospital. “Pensamos primeiro que era só um corte, mas como ele não parava de cuspir sangue, corremos para o hospital. Na madrugada mesmo ele já foi encaminhado”, afirma.
Segundo Hudson, um outro amigo estava com eles na festa foi quem conseguiu anotar a placa do carro com o qual o agressor foi embora. “Na hora da confusão, esse amigo estava no banheiro e quando ele chegou, anotou a placa. Estou esperando Sérgio melhorar para conversar e ver o que ele quer fazer [em relação ao agressor]. Como foi ele que sofreu mais, quis deixá-lo bem à vontade para decidir sobre isso”, explica.
Hudson Albuquerque contou ainda que passou a manhã de ontem no hospital, até a saída de Sérgio da sala de cirurgia. “A gente foi logo cedo, na hora em que ele entrou e ficamos lá até acabar a operação. Foi tudo tranquilo, a gente sabia que não tinha risco. Ele brincou um pouco, mas ainda estava muito debilitado, não conseguia falar direito porque estava muito inchado. A gente sabe que a dor vai passar e que a recuperação vai ser mais tranquila”, deseja.

Por:Miccaela Hilary

Reações:

0 comentários:

brasileirão 2012

CALENDÁRIO

Search

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More